Loading...

terça-feira, 19 de junho de 2012

Unidade 4





Várias postagens Diário de Bordo NTM

Visitei o site Portal do professor, o Jorge fez uma sugestão para pesquisarmos uma aula. encontrei uma aula de alfabetização usando o computador, fiquei encantada pois o Espaço da aula possui uma infinidade de sugestões que podemos adaptar a nossa realidade e usarmos muitas idéias existentes ali. Essa sugestão foi muito proveitosa.


Tecnologia na escola: criação de redes de conhecimento de Maria Elizabeth B. de Almeida Inserir-se na sociedade da informação não quer dizer apenas ter acesso tecnologia de informação e comunicação – TIC, mas principalmente saber utilizar essa tecnologia para a busca e seleção de informações que permita a cada pessoa resolver os problemas do cotidiano, compreender o mundo e atuar na transformação de seu contexto. Assim, o uso da TIC com vistas à criação de uma rede de conhecimentos favorece a democratização do acesso à informação, a troca de informações e experiências, a compreensão crítica da realidade e o desenvolvimento humano, social, cultural e educacional. Tudo isso poderá levar à criação de uma sociedade mais justa e igualitária. À medida que o homem interage com o contexto e com os objetos aí existentes, ele atua sobre esses objetos, retira informações que lhe são significativas, identifica-os e os incorpora à sua rede, transformando o meio e sendo transformado por ele.


Escola e Tecnologia Alberto Tornaghi A tecnologia tem que ser vista como parceira nas ações educativas sejam elas, os livros, TV, internet, giz e quadro. Estes elementos já se faz presente na vida de nossos alunos temos que permitir que entre também na sala de aula as tecnologias em função das novas possibilidades. Os livros são importantes, mas ao ler um texto contido nos livros ele pode ter várias interpretações, pois cada pessoa tira sua conclusão e isto não o desvaloriza. A internet também traz seus textos, e acontece o mesmo, são inúmeras pessoas que o lê e tira suas conclusões. Só que esta permite termos acesso a hora que precisamos pois está tudo ali, basta um clique para encontrar as informações. Quanto ao livro muitas vezes não temos acesso na hora certa, as vezes não encontramos na biblioteca ou não podemos comprar. A tecnologia veio para ajudar e não atrapalhar. Temos que mudar nossos propósitos, nossos objetivos como os meios para aderirmos as novas tecnologias. O mundo vai a escola e a escola vai ao mundo, a tecnologia é um suporte a informação precisamos aprender a lê- los e “ escrever” com eles.


As Sereias do Ensino Eletrônico, de Blikstei e Zuffo (2001),O texto sereia do ensino eletrônico vem tratar das mudanças que as novas tecnologias vêm trazer para a educação, o termo sereia refere-se à lenda da sereia que fascina e encanta os homens e faz com que eles desapareçam, o mesmo pode - se dizer com as tecnologias, elas chegaram, fascinaram a todos, mas será que vão surtir efeito? Portanto, não basta introduzir as tecnologias, é fundamental pensar como elas são disponibilizadas, como seu uso pode efetivamente desafiar as estruturas existentes em vez de reforçá-las.


"Aprendizagem continuada ao longo da vida" O autor do texto, “Aprendizagem continuada ao longo da vida” José Armando Valente mostra que o desenvolvimento humano o conhecimento e a aprendizagem ocorrem ao longo de nossas vidas e que a escola não pode ser vista como única detentora do conhecimento. A educação não pode mais ser baseada na instrução que o professor transmite ao aluno, e sim na construção do conhecimento pelo aluno e no desenvolvimento de estratégias que permitam a aprendizagem continuada ao longo da vida.


Hoje visitamos vários sites, tivemos a oportunidade de conhecer porta curtas com videos super interessantes, visitamos o Portal do Professor e descobrimos alguns avanços tecnológicos como lousa digital e carteiras eletrônicas.


Como a Escola vem lidando com as novas tecnologias? A Escola vem lidando com bastante entusiasmo, pois uma das grandes novidades foi a implantação do Projeto UCA – Um computador por aluno. Com a chegada dos Laptops na escola tivemos professores que, com receio de trabalhar com tal recurso pediu remoção para outra escola. No entanto os que aceitaram o desafio, estão sentindo o quanto essa tecnologia vem contribuindo para o enriquecimento e o aprendizado dos alunos. Como vem sendo a aprendizagem dos professores, gestores e alunos para utilizar as tecnologias no seu cotidiano? E, com isso, como fica o processo de ensino e aprendizagem? A escola em parceria com o Governo Estadual e SMEC, vem promovendo cursos de capacitações, incial e continuada com o intuito de preparar os profissionais da educação. Uma das metas deste aprendizado é repassar aos alunos como utilizar as midias educacionais, não só como tecnologia mas como recursos pedagógicos.


Na minha primeira aula do curso de TICs 100h, foram muitas indagações e expectativas, a coordenadora Elisangela e o formador Jorge tirou todas as dúvidas, muitos ainda não havia realizado a inscrição, fomos informados também que teremos 36 horas de encontros presenciais e 64 on - line, foi apresentado pelo formador o conteúdo do curso. Achei muito proveitoso.

Diário de bordo: Apresentação

Sou Sueli Regina de Almeida, professora formada em pedagogia, técnica em informática pelo CEFET São Vicente. Senti necessidade de fazer esse curso porque preciso adquirir mais conhecimento na área de informática, para melhorar minha prática pedagógica.

terça-feira, 12 de junho de 2012

terça-feira, 8 de maio de 2012

Avaliação da Unidade 1 - Curso das TICs

Iniciamos a unidade 1 com muita expectativa, o formador fez a apresentação do curso. Ao longo do período em que realizamos as atividades, percebi que o conteúdo do curso é muito bom, porém os textos sugeridos para leitura e reflexão são muito extensos o que dificulta bastante o entendimento. As aulas práticas, são prazerosas e as sugestões para uso das tecnologias existentes na escola foram proveitosas. Neste curso contamos com um diferencial muito importante fomos auxiliados pelos estagiários Suelen e Daniel que nos ajudaram muito durante esta unidade, sem falar do nosso formador que nos ajuda bastante